sábado, 16 de fevereiro de 2008

Um inicio para tudo

Bom gente, começo no mundo do Blog... não sei bem como será, mas como diz o título, sempre existe um inicio para tudo.

Nós sempre tememos o desconhecido, temos medo em iniciar coisas novas, umas pessoas possuem mais que outras, porém, independente do nível, todos sentimos medo de fazer algo diferente, algo que fuja, mesmo que pouca coisa, da nossa zona de conforto. Creio que devemos começar a trabalhar nosso eu interior para diminuir este medo ou esta insegurança.

Não é fácil... quantas vezes já nos deparamos em uma situação onde dizemos a nós mesmos, agora eu faço, hoje é o dia, de agora em diante será diferente..., mas normalmente como acabamos? Na mesma zona de conforto que sempre estivemos. Por que? Acredito que muitas vezes uma situação nos revolta, nos entristece, nos assusta e quando isto ocorre, prometemos a nós mesmos a não nos sujeitar mais a isto e juramos mudanças, porém quando tudo volta ao normal é nosso normal acabar desistindo das mudanças que prometemos fazer, isto porque vemos que o episódio que passou foi algo temporário, mas corremos o sério risco de não aprender com os nossos erros e comete-los uma vez mais.

Portanto, creio que devemos deixar cada vez mais de lado a preguiça, o medo do novo, que nos persegue e nos comprometer a realizar as mudanças em nossas vidas, e ao nos comprometer, realizá-las, tome o tempo que for necessário (inclusive o Tempo, será algo que discutirei mais a frente). Sejamos mais felizes e tentemos sempre um novo inicio... um novo emprego, uma nova chance, um novo amor.... Não tenhamos medo de começar, de arriscar, pois assim, apenas veremos os dias passar e não os viveremos. Se você tem medo de se iludir com algo ou alguém você nunca poderá saber se irá realmente se iludir... permita-se a isso, as vezes pode acontecer algo diferente do que você imaginava e ser a melhor coisa que aconteceu com você, mesmo que não dure por muito tempo.

Então é isso gente, meu recado de hoje é este... nunca tema um novo inicio, deixe as preocupações para situações que merecem ter sua preocupação, arrisque-se, VIVA! Ou você acha que as pessoas realmente felizes vivem se lamentando pelo leite derramado? Pelo contrario, eles limpam o leite derramado e enchem o copo novamente!


Eduardo López